O Curso

Duração: 2 anos

Turnos: noite

O curso Tecnólogo de Produção de Espetáculos da Faculdade Monteiro Lobato é organizado para dar uma sólida formação ao egresso, onde a vivência da prática é fundamental para o aprendizado.

O método de ensino tradicional dá lugar à utilização de metodologia intensiva de ensino.

As disciplinas são oferecidas de forma intensiva, durante um mês. Desta forma o conteúdo, que está organizado em cinco grandes áreas, pode ser assimilado melhor pelo aluno.

São minicursos que completam a formação na área escolhida pelo aluno.

 

O que faz e onde atua o Produtor de Espetáculos?

O Produtor de Espetáculos Cênicos realiza a pré-produção e finalização do espetáculo. Planeja e executa as ações necessárias à realização do espetáculo. Responsabiliza-se pela logística do espetáculo cênico. Gerencia recursos disponíveis. Divulga e promove o espetáculo. Utiliza tecnologias para trabalhar linguagens e propostas estéticas das Artes Cênicas. Avalia e emite parecer técnico em sua área de formação

 

Atos legais de criação e reconhecimento do curso

Reconhecido pela Portaria MEC 297 | 09/07/2013 DOU 10/07/2013

 



Cursos que ocorrerão primeiro semestre de 2018.

No primeiro semestre de 2018 serão oferecidos os seguinte cursos, com aulas de segunda a quinta-feira.

5 de Março a 3 de Abril

Promoção, Divulgação e Novas Tecnologias

Fundamentos de Comunicação e Marketing. Comunicação: conceito de notícia; redação de releases; as diferentes mídias e sua linguagem; divulgação e relacionamento com a mídia; apresentação de material (fotos, CDs, DVDs, press-kit, brindes, etc); produção de espaço em mídia e serviço para spots e VTs, etc.; elaborando o plano de divulgação; produtos e serviços de uma assessoria de imprensa; Propaganda e Marketing: desenvolvimento de campanha publicitária; criação de material gráfico, VTs, spots, etc; criação de slogan, jingle, mídia externa; sites; opções alternativas de campanha, relatórios de comunicação; formas de valoração de mídia; o evento cultural como ferramenta de marketing; marketing cultural. Novas Tecnologias: divulgação na era digital; redes sociais na internet; o jornalista/divulgador na sociedade da informação.

 

4 de Abril a 7 de Maio

Fundamentos do Circo

O aluno deverá compreender o fenômeno espetacular do circo no mundo e as causas do deslumbramento no público em todos os tempos. Ter o entendimento das mudanças ocorridas nas formas de administração de famílias e grupos e nos espetáculos, assim como saber identificar um espetáculo tradicional e um contemporâneo, além de saber projetar um evento para a apresentação de uma atividade circense.

Proporcionar que o aluno tenha discernimento entre o circo tradicional e o contemporâneo, através de apresentações de vídeos específicos e visitas a grupos circenses, assim como, compreender a experiência de administração de grupos e a elaboração de projetos direcionados a esta área.

 

8 de Maio a 7 de Junho

Gestão de Pessoas em Coletivos Culturais

Definição das funções dentro da produção cultural, definição das funções artísticas, nomenclaturas utilizadas em cada um dos campos artísticos, atribuições de cada profissional, processo de formação de equipe, formas de contratação, regimes cooperativos, gerenciamento de equipe, estruturas organizacionais, mercado de trabalho para cada uma das funções, registro Profissional, ética de relacionamento profissional.

 

11 de Junho a 10 de Julho

Formatação de Projetos Culturais

A importância do planejamento. Definição e diferenciação do trabalho do gestor cultural e do produtor executivo. Gestão de recursos humanos e infraestrutura dos projetos culturais. Diferenças de proponente pessoa física ou jurídica. Apresentação dos formulários e orientação para o seu preenchimento (?Rouanet, Pró-cultura RS e Editais). Documentação necessária para a aprovação do projeto. Estudos de ações de retorno de interesse público, ações de democratização e ampliação do acesso. Etapas do projeto: Pré-produção, Produção, Pós-produção e suas características. Cronograma de execução e planilha orçamentária. Funcionamento após a aprovação do projeto. Processo e controle dos recursos financeiros. Prazos e observações gerais sobre prestação de contas.

 

 

11 de Julho a 09 de Agosto

Fundamentos da Cenografia e Iluminação

Edifício Teatral: do palco italiano aos espaços alternativos, suas especificações e a evolução do espaço cênico. Arquitetura Teatral: elementos básicos, especificações técnicas e representações no espaço cênico. Conhecimentos gerais sobre a caixa cênica, sua representação e os elementos que compõe a maquinaria teatral. Plantas baixas e cortes da arquitetura teatral. Espaços Alternativos: noções básicas sobre a estrutura técnica utilizada para montagem de palcos alternativos. Cenografia:  referenciais teóricos contemporâneos da cenografia e suas influências com as novas tecnologias.  Funções e atribuições dos profissionais técnicos de palco. Iluminação Cênica: conhecimento básico do equipamento e sistema de iluminação cênica utilizado em teatro, dança, música, eventos e show business. Noções sobre montagem, glossário e nomenclatura. Sistemas de iluminação digitais e analógicos. Fundamentos sobre: elaboração de rider técnico de iluminação e de cenografia; utilização e importância dos equipamentos de segurança.



 

O tecnólogo é organizado em 21 cursos . Os conteúdos são concentrados facilitando o aprendizado do aluno.O aluno para colar grau deverá passar pelos vinte e um cursos.

Abaixo os cursos que compõe o tecnólogo.

Linguagens Artísticas

Arte e Sociedade

História da Produção Cultural no Brasil

Idealização de Projetos Culturais

Economia da Cultura

Gestão de Pessoas em Coletivos Culturais

Comunicação e Sociedade

Fundamentos do Teatro

Fundamentos da Música

Legislação Cultural

Promoção, Divulgação e Novas Tecnologias

Fundamentos da Dança

Fundamentos do Audiovisual

Produção de Textos

Formatação de Projetos Culturais

Fundamentos da Trilha Sonora, Acústica e Sonorização

Fundamentos da Cenografia e Iluminação

Curadoria

Fundamentos do Circo

Empreendedorismo Cultural e Captação de Recursos

Produção em Eventos de Grande Porte



Mais de 50% dos professores tem mestrado ou doutorado. Porém todos tem atuação no mercado, o que possibilita que situações do dia-a-dia da produção cultural sejam apresentadas aos alunos.

Adriana Donato dos Reis

Antônio Hohlfeldt

Daniela Boff

Elisa Martins Marques Sartori

Hamilton Braga

Iasmin D´Ornelas Ponsi

Jane Schoeninger

Luiz Capra

Jessé Moacir Faria Oliveira

Jorge Luis Ribeiro Imperatore

Patricia Sacchet

Rodrigo Avellar de Muniagurria

Silvia Mara Abreu

Virginia Maria Schabbach (Vika)

Yanto Laitano



PPC

Clique para download

 

Portaria de Reconhecimento

Clique para download

 

Portaria de autorização

Clique para download